Hits: 22

Em hebraico, םילפנ, significando ‘os caídos’ ou mesmo, segundo alguns autores, ‘os que fazem decair’. São tido como os descendentes dos ‘filhos de Deus'(האלהים בני “b’nei ha-‘elohim”, literalmente ‘filhos dos poderes’) e das ‘filhas dos homens’. Na cultura aramaica Nephila refere-se à constelação de Órion e, conseqüentemente, aos descendentes semidivinos dessa constelação.

Um dos descendentes desses Nefilim foi Anak (נק ou הענק dependendo da referência), citado em Núm. 13:33. São descritos como sendo alto e de pescoço longo. Dele derivou o povo Anakim. Era um Refaíta (Deut. 2:11), filho de Arba (Josué, 15:13). Anak poderia ser relacionado ao deus sumério Enki. Robert Graves, considerando a relação entre os Anakim e os Filisteus (Josué 11:21 e Jeremias 47:5) identifica os Anakim com Anax, o gigante chefe dos Anactorianos da mitologia grega.

Os Grigori, citados nos livros apócrifos, eram um grupo de anjos caídos que se juntaram às mulheres mortais, dando origem aos Nefilim, descritos como gigantes no Gen. 6:4. São também chamados “observadores” (do grego egrḗgoroi (ἐγρήγοροι)), aparecem nos livros de Enoch e Jubileus. De acordo com o Livro de Enoch, os Grigori somavam o número de 200, ams somente cita o nome dos líderes desses: Sêmîazâz, o grande chefe, Arâkîba, Râmêêl, Kôkabîêl, Tâmîêl, Râmîêl, Dânêl, Êzêqêêl, Barâqîjâl, Asâêl, Armârôs, Batârêl, Anânêl, Zaqîêl, Samsâpêêl, Satarêl, Tûrêl, Jômjâêl, Sariêl (Enoch 6)

Lista parcial dos Grigori:

  • Armaros (ou Amaros) em Enoch I ensinou os homens as artes dos encantamentos (leis da física e química).
  • Araqiel (também Arakiel, Araqael, Araciel, Arqael, Sarquael, Arkiel, Arkas) (em Enoch I) ensinou os humanos os sinais da terra.
  • Azazel (em Enoch I) ensinou os homens a fazerem facas, espadas, escudos, ornamentos e cosméticos.
  • Baraqel (Baraqiel) ensinou astrologia aos homens (em Enoch I).
  • Chazaqiel ensinou aos homens as artes das nuvens (meteorologia) (em Enoch I).
  • Kokabiel (também Kakabel, Kochbiel, Kokbiel, Kabaiel, e Kochab) (no Livro Raziel), um anjo de alta patente, mas nos apócrifos em geral e em Enoch I, um Grigori decaído residente doas profundezas, comandando 365.000 espíritos ligados a ele. Dentre outras atribuições, ensinou astrologia.
  • Penemue (Enoch I, 69.8) ensinou à humanidade a arte de escreevr com tinta e papel, além de ensinar “às crianças dos homens o doce e o amargo e os segredos da sabedoria” (Enoch).
  • Sariel (ou Suriel) ensinou os cursos da Lua (uma arte antes proibida)
  • Samyaza (também Shemyazaz, Shamazya, Semiaza, Shemhazi, Semyaza e Amezyarak) um dos líderes da queda dos céus (nos Manuscritos do Mar Morto).
  • Shamsiel, um dia guardião do Eden (no Zohar), serviu como um dos dois chefes adjuntos (o outro sendo Hasdiel) do arcanjo Uriel, quando Uriel levou seu estandarte paraa guerra, e encabeça 365 legiões de anjos e coroas, acompanhando-os ao quinto céu. É um anjo decaído que ensina os sinais do Sol (em Enoch I).

Outros povos são chamados na Bíblia de “Gigantes”, igualmente: Emim, Rephaim e Anakim.


Faça aqui o download do Enuma Elish em diversos tipos

Cuneiformes e transliteração somente da tábua I (arquivo PDF, 164 KB)
Tradução de L.W. King (em inglês, arquivo PDF, KB)
Tradução brasileira (arquivo PDF, KB)
Livro completo Enuma Elish, com cuneiformes, fotos das tábuas, traduções e notas explicativas – compilação de Nicole Sigaud (arquivo PDF, KB)

Notas sobre a tradução correta do termo Nephilim, pelo professor Michael S. Heiser (arquivo PDF, 320 KB)
Livro de Enoch, tradução e notas de George H. Schodde 1882 – tradução do etíope (arquivo PDF, 1,077 MB)